Edital CAPES do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior/PSDE – Seleção interna (9 de agosto de 2016)

AVISO (15JUL2016)

Edital CAPES do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior/PSDE – Seleção interna –
Prazo para inscrições de candidatos no PPGD: 9 de agosto de 2016

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFMG faz saber que estão abertas as inscrições para o Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior da CAPES, conforme edital publicado emhttp://www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/12072016-edital-n-19-PDSE.pdf

Nos termos do item 3 do Edital CAPES PSDE, os alunos de Doutorado serão selecionados preliminarmente por Comissão composta pelo Coordenador, um docente externo ao Programa e um representante discente, e deverão realizar o estágio na instituição anfitriã de sua escolha e pertinência em pesquisa em períodos consecutivos e não coincidentes de 4 (quatro) meses, a partir de março de 2017.

Após a seleção interna no PPGD, os alunos indicados deverão realizar sua candidatura online no site da CAPES, para posterior homologação pelo Setor de Bolsas da PRPG-UFMG (prazo interno informado pela PRPG: 20 de agosto de 2016).

Ao se inscrever e serem selecionados, os candidatos bolsistas se submetem integralmente às regras do PSDE, disponíveis em:http://www.capes.gov.br/component/content/article?id=4561

Para a inscrição preliminar na Secretaria do PPGD, cujo prazo é 9 de agosto de 2016, os alunos interessados deverão cumprir com os requisitos dos itens 4.1. e 5.4.3 do edital, e apresentar:

a) Manifestação do (a) orientador (a) brasileiro (a), justificando a necessidade do estágio e demonstrando interação técnico – científica com o coorientador no exterior para o desenvolvimento das atividades propostas;

b) Email preliminar ou carta de aceitação do coorientador no exterior, devidamente assinada e em papel timbrado da instituição, aprovando o plano de pesquisa e informando o mês/ano de início e término do estágio no exterior, de forma a se compatibilizar com o prazo definido pela IES brasileira;

c) Comprovação de teste de proficiência ou declaração do coorientador no exterior afirmando que o nível de proficiência em língua estrangeira que o aluno possui é adequado para desenvolver as atividades previstas;

d) Currículo resumido do (a) coorientador (a) no exterior, o qual deve ter produção científica e/ou tecnológica compatível e a titulação mínima de doutorado;

e) Plano de estudos, em português, com , no máximo, 15 páginas, com cronograma do plano de atividades, incluindo a infra – estrutura experimental ou laboratorial específica. Deve seguir as normas da ABNT e conter, obrigatoriamente, os itens abaixo: i. título; ii. introdução e justificativa, apresentando a atualidade e relevância do tema; iii. objetivos, com definição e delimitação clara do objeto de estudo; iv. metodologia a ser empregada; v. cronograma das atividades; vi. referências bibliográficas; vii. a contribuição do plano de estudos para a promoção do ensino, formação e aprendizagem; viii. o potencial para o aumento da rede de pesquisa e educação, com novas técnicas e parcerias, além de ampla divulgação dos resultados; ix. a relevância para o desenvolvimento econômico e de bem estar social do Brasil no médio e longo prazos, quando o caso; x. se o plano de estudos prevê/atende às normativas éticas nacionais e internacionais, quando relevante.

Candidaturas de aluno(a)s que não tiverem realizado exame de qualificação não serão analisadas.

Da mesma forma, os alunos deverão manifestar expressamente, na candidatura preliminar junto ao PPGD (prazo: 9 de agosto de 2016), a opção, em ordem de preferência, dos seguintes períodos para realização do estágio no exterior, sempre que compatíveis com os incisos IV e V do item 4.3.1 do Edital:

1o março a 30 de junho de 2017
1o julho a 30 de outubro de 2017
1o novembro a 28 de fevereiro de 2018

Belo Horizonte, 15 de julho de 2016

Prof. Dr. Fabrício Bertini Pasquot Polido
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito