Equilíbrio e oportunidade: Brasil e China frente à crise internacional (2007-2009) - DOI: 10.9732/P.0034-7191.2012v104p179

Diego Santos Vieira de Jesus

Resumo


Os objetivos deste artigo são examinar oselementos que explicam o desempenho dos dois paísesBRIC mais bem-sucedidos na superação da criseinternacional de 2007-2009 – Brasil e China – e indicaros principais fatores econômicos e de política externaque criaram as condições de possibilidade paraseu crescimento nesse período. O argumento centralaponta que, no campo econômico, a maior solidezdo regime macroeconômico e a menor alavancagemno sistema financeiro capitalizado permitiram umaabordagem mais equilibrada de regulação do mercadofinanceiro. Na dimensão da política externa, tais Estadosprocuraram aproveitar janelas de oportunidadeinstitucionais buscando desenvolver regras, normas e procedimentos que satisfizessem seus interesses dedesenvolvimento e de ampliação de suas autonomiae participação nas principais decisões internacionais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.9732/P.0034-7191.2012v104p179

Apontamentos

  • Não há apontamentos.