Informática, direitos humanos e sociedade: um caminho para a cidadania - DOI: 10.9732/P.0034-7191.2012v104p207

Horácio Wanderlei Rodrigues, Leilane Serratine Grubba

Resumo


Este artigo tem por objeto a informatizaçãoda sociedade contemporânea, levando prioritariamenteem consideração os seus aspectos políticos. Por meiode um método dedutivo, o texto aborda a informatizaçãocomo um caminho para aprofundar a cidadaniaparticipativa. Em primeiro lugar, busca alertar sobre as possíveis consequências, em nível de saber e poder,desse fenômeno presente em todo o mundo. A críticarecai sobre os gerenciadores das informações, vistoque a informática, enquanto instrumento, apenaspossibilita ou não uma maior ou menor concentraçãode saber e poder por parte dos controladores da informação.Sequencialmente, o texto reflete sobre a internetcomo fonte propiciadora de cidadania. Uma vez queo simples acesso à informatização não garante umainclusão cidadã, torna-se imprescindível a educação(o conhecimento) para a reflexão sobre as notícias aque se tem acesso por meio da informática. Existe,ademais, um elogio aos aspectos positivos da presençada informática nas diversas áreas, visto que ela podeser utilizada como um espaço público de cidadania,que permite a afirmação de identidades e a luta porbens e necessidades para a vida digna.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.9732/P.0034-7191.2012v104p207

Apontamentos

  • Não há apontamentos.